Bauru-SP
Rua Prof. Wilson M. Bonato, 1-38

Criado por Agência i-THINK

Pederneiras-SP
Rua Benjamin Monteiro, nº 12.

Dicas sobre piscinas - Tipos de piscinas.

Com esse calor nada melhor que uma piscina para relaxar e se refrescar no final de semana, não é mesmo?
 

A construção da piscina gera muitas dúvidas, como qual tipo de revestimento colocar, quais as dimensões ideais.

Por isso abaixo trazemos algumas dicas para auxiliar na sua escolha e proporcionar um ambiente agradável como você sempre sonhou!

 

Tipos de piscinas

Há 3 tipos de piscinas e cada uma tem sua particularidade. Confira abaixo vantagens e desvantagens de cada uma:

 

Vinil

É a piscina construída geralmente em blocos de concreto e revestida com o vinil.

O vinil (ou manta vinílica) é o elemento que impermeabiliza a piscina, instalado acima da estrutura de concreto e fica aparente. Atualmente há no mercado, além dos vinis lisos – normalmente na cor azul -, materiais com inúmeras variedades de estampas, que imitam pedras, pastilhas e desenhos.

A vantagem do vinil é que ele se adapta facilmente a qualquer formato de piscina.

A pesar de ser bem resistente, é necessário ficar atento com objetos pontiagudos na piscina, que podem danificá-lo. Caso haja alguma perfuração, basta um reparo no local, não sendo necessária manutenção em toda a piscina. Com a manutenção correta, uma piscina de vinil dura em média 10 anos. É muito importante contratar empresas especializadas para sua instalação e manutenção.

 

 


Fibra de vidro
 

É comumente conhecida como piscina de fibra e é constituída por uma peça única formada por filamentos de vidro.

Sua execução é simples e rápida, pois ela já vem pronta para ser instalada. Por não exigir mão de obra especializada, é um dos tipos que apresenta menor custo no mercado; por outro lado, não oferece a liberdade de personalização, já que como informado acima, ela já tem os modelos pré-estabelecidos pela loja e vem pronta para instalação.

 Ela também é uma boa opção quando se deseja uma piscina de fácil manutenção. Por possuir uma superfície bastante lisa, as algas e sujeiras são removidas com menos esforço e a ausência de reentrâncias (como os rejuntes), reduz o acúmulo de sujeiras.

As desvantagens desse tipo de piscina são a impossibilidade de esvaziamento, sem que se faça um trabalho de escoramento das paredes (se retirada mais da metade da água sem estaquear, a piscina quebra), e a fragilidade da pintura, que acarreta invariavelmente em desbotamento de sua cor. Deve-se ter muito cuidado ao aplicar o cloro e outros produtos químicos. O uso de algicidas à base de cobre deve ser evitado, pois, frequentemente, causam manchas amareladas ou azuladas. 

 

 

 

 Alvenaria

 

Há quatro subtipos de piscinas de alvenaria: as de concreto armado (mais comuns); as construídas com blocos de concreto; as produzidas com painéis de concreto; e as acima do solo.

Este tipo de piscina é executado com piso concretado em malha de aço e suas paredes são feitas em bloco estrutural preenchido com concreto.

Ela pode ser revestida com azulejos, pastilhas, pedras ou cerâmicas, o que possibilita uma grande variedade de combinações de cores e texturas. Devido à possibilidade de se fazer um projeto único, é uma piscina que demanda mão de obra especializada e que, portanto, tende a ser mais cara que outros modelos já prontos.

A infinidade de formas e tamanhos possíveis para sua construção, aliada a sua elevada vida útil, fazem das piscinas de concreto uma ótima opção quando se deseja uma piscina bela e única. No entanto o uso de pastilhas e azulejos não apresenta apenas vantagens. Uma desvantagem é maior facilidade com que se soltam quando há descuido no controle da qualidade de água da piscina (mais precisamente descuidos com o pH e a dureza cálcica), fazendo com essas pastilhas se soltem, caindo no fundo da piscina e danificando a bomba ao serem aspiradas. Muitas vezes, com o adensamento do solo ao seu redor, pequenas fissuras são formadas no concreto, que podem aumentar com o passar dos anos criando vazamentos difíceis de serem sanados. Daí a importância de uma boa impermeabilização. Uma vez que pequenas trincas na estrutura são difíceis de se evitar, principalmente considerando o passar dos anos, apenas com uma impermeabilização de primeira qualidade, realizada durante sua construção, a tão sonhada piscina de concreto não se tornará em um tormento.

Deve-se também ficar atento à limpeza. Os rejuntes dos azulejos e pastilhas são pontos fáceis para acúmulo de sujeira e algas e devem ser limpos periodicamente.

 

Flávia e Carolina Fávero  
Diretoras - Fávero Arquitetura e Interiores 

 


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload