Bauru-SP
Rua Prof. Wilson M. Bonato, 1-38

Criado por Agência i-THINK

Pederneiras-SP
Rua Benjamin Monteiro, nº 12.

Tudo sobre o Drywall: Vantagens e Desvantagens.

January 16, 2018

 

 

O Drywall, ou gesso acartonado, é um sistema construtivo de vedação que consiste em chapas com face em papel cartão e miolo de gesso. Elas podem ser simples e duplas, com espessuras variadas e são instaladas através de montantes metálicos. O drywall é muito utilizado para substituir a alvenaria em áreas internas e também para detalhes arquitetônicos em ambientes, como sancas, molduras, meias-paredes etc.

O interior da parede de drywall pode receber diversos tipos de enchimento, dependendo da necessidade do ambiente (enchimento térmico, acústico ou ambos).

 

 





Imagem de uma parede de drywall em execução.
Pode-se ver os montantes metálicos e uma das faces de gesso já instalada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 


Nesta imagem a parede já está pronta, faltando somente o acabamento (emassamento e pintura).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É interessante destacar que há três tipos de placas de gesso para o Drywall e cada uma com uma função bem específica: a Placa Rosa (RF) é resistente ao fogo devido à presença de fibra de vidro em sua composição e é indicada para instalações próximas de fogões, lareiras, ou locais em que é necessária a compartimentação para impedir passagem de fogo (exigência do corpo de bombeiros); a Placa Verde (RU) é composta por silicone e aditivos fungicidas e é utilizada para as áreas úmidas, como banheiros, cozinhas e lavanderias; e por último a Placa Branca (ST) que é utilizadas em forros e paredes de ambientes secos.

 

 

 

                                                                                                                     Placas de gesso diferentes para cada finalidade.

 

 

Vantagens e Desvantagens do uso do drywall

 

Entre as vantagens, destacam-se:


 

- Agilidade de aplicação – não precisa da construção da base como a de alvenaria e a montagem é bem mais simples;

- Rapidez da obra -  o produto tem facilidade de corte, é mais leve e faz menos sujeira do que a parede de alvenaria;

- Proporciona conforto térmico devido à existência de colchões de ar entre as placas ou enchimento de lã;

- Reformas simplificadas – para descartar uma parede de drywall basta que ela seja desmontada;

- Facilidade de manutenção - para as instalações elétricas, hidráulicas ou de telefonia, rasga-se apenas a parte necessária que depois é reconstituída com um remendo;

- Estrutura menos robusta e mais econômica - devido a sua composição e espessura que racionalizam a construção;

- Multiplicidade de acabamentos - assim como as paredes tradicionais o drywall também suporta texturas, pinturas, papéis de parede, cerâmicas e azulejos.
 


Entre as desvantagem, destacam-se:

 

 


O sistema é menos resistente a impactos do que a alvenaria, mas atende aos requisitos de desempenho técnico em relação a pesos, entre outros aspectos;

- Não tem um isolamento acústico eficiente como a alvenaria  mas o problema é rapidamente resolvido com a aplicação de sanduíche ou enchimento em lã mineral de rocha ou vidro no interior da parede.

- Dependendo do peso de algum objeto que será fixado no drywall, é necessário fazer um reforço em seus montantes internos.



Confira abaixo alguns exemplos de uso do drywall em ambientes internos

 

 

 

 

 

 

Paredes em drywall com relevos iluminados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parede de drywall com nichos para decoração com objetos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parede vazada feita em drywall

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload